Recorde de acesso em:
09/05/2011
é de 923
Total Visitas Únicas: 2.645.649
Visitas Únicas Hoje: 373
Usuários Online: 63
Sistema de Busca
Documento sem título

Newsletter Espacomaria
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Artigos









Visto: 1284 - Impresso: 83 - Enviado: 23 - Salvo em Word: 4
Postado em: 25/09/09 às 11:11:14 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacomaria.com.br/?cat=8&id=710
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

A RIQUEZA DA ORAÇÃO

“A oração é a fortaleza do homem e a fraqueza de Deus”.
Santo Agostinho (354-430) Bispo e Doutor da Igreja

 A Internet foi saudada por muitos como meio de se ter acesso a fontes de informações confiáveis de todo o planeta. E até certo ponto isso é verdade – desde que você saiba onde clicar. “O lado bom da internet é que ela tem capacidade de educar um maior número de pessoas em menos tempo do que qualquer outro meio de comunicação. O lado ruim é que ela tem capacidade de tornar mais ignorante um maior número de pessoas em menos tempo do que qualquer meio de comunicação”, disse um editorial do jornal The New York Times.
         O editorial acrescentou: “A internet transpira tecnologia, o que faz os de pouca cultura confiarem ainda mais nas informações que ela apresenta. O problema é que não se apercebem de que a internet, quando mal-utilizada, não passa de um esgoto aberto, um escoadouro eletrônico por onde passam informações ‘não tratadas’ ‘não filtradas’.” Segundo o editorial, infelizmente não existe programa de software para deletar todo esse lixo.
         O cristão ignorante na prática da oração é, uma presa fácil para o demônio.
         A alma que não se purifica por meio da riqueza da oração, a sua vida é um monte de lixo. Escreveu o apóstolo São João: “O malfeitor continue fazendo o mal, o sujo continue a sujar-se: todavia, que o justo continue praticando a justiça e o santo santifique-se ainda mais. Eis que venho em breve, trazendo comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo as suas obras”. (Apocalipse 22:11,12).
         Um das maiores obras da fé cristã é a oração. Orar por si mesmo, pela Igreja e pelo mundo inteiro, para que haja paz e justiça.
         Assim a sentença cristã: “Muita oração, muito poder. Pouca oração, pouco poder. Nenhuma oração, nenhum poder”.
         O mundo é tomado por tamanha crise e conflitos, devido a falta de poder da oração dos cristãos e das igrejas.
         Está escrito: “Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam”. (Salmo 122:6). “Orai pelos que vos maltratam e vos perseguem” (Mateus 5:44). “Antes de tudo, peço que se façam súplicas, orações, intercessões, ação de graças, por todas as pessoas, pelos reis e pelas autoridades em geral, para que possam levar uma vida calma e tranqüila, com toda piedade e dignidade. Isto é bom e agradável a Deus, nosso Salvador. Ele quer que todos sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”. (I Timóteo 2:1-4).
         A oração é o principal fator para o homem ser piedoso, digno, salvo e liberto. É agradável ao bom Deus, uma vida de oração. “Somente a oração faz o cristão se oferecer em sacrifício vivo, santo, agradável e perfeito ao grande e Todo Poderoso Deus”. (Romanos 12:1-2).
         Verdadeiramente a Santa Eucaristia é a única oração dos filhos de Deus – é a oração das orações. A Eucaristia é toda a oferta do cristão que une radicalmente o nosso ser, a nossa vida ao sagrado sacrifício de Jesus Cristo. Na era da graça não é mais sacrificado animais no altar de Deus, e sim, somos oferecidos em sacrifício vivo no altar de Cristo. (Hebreus 13:10). Santo Inácio de Antioquia afirma: “Corram para reunir-se no mesmo templo de Deus, aos pés do mesmo altar, quer dizer, em Jesus Cristo”.O frei Leonardo de Porto-Maurício, OFM, escreveu: “Creio para mim que, não fosse a Santa Eucaristia, o mundo estaria já no abismo, incapaz de suportar o imenso fardo de suas iniqüidades”.
         O cristão só poderá viver a realidade de sua fé, quando possuir a vivência eucarística. A verdadeira oração do cristão é a sua vida na Santa Eucaristia. A autêntica paz dos servos de Deus contribuirá para felicidade do mundo por meio da oração. O Papa João Paulo II disse: “A oração é o vínculo que mais eficazmente nos une: graças a ela, os crentes conseguem encontrar-se lá onde são superadas as desigualdades, incompreensões, rancores e hostilidades, isto é, diante de Deus, Senhor e Pai de todos. Ela, enquanto expressão autêntica do reto relacionamento com Deus e com os outros, e já um contributo positivo para a paz”.
         A oração não só dá a paz de espírito ao ser humano, como tem poder de cura sobre o corpo físico. O doutor Aléxis Carrel, prêmio Nobel em Medicina afirma: “A influência da oração sobre o corpo e sobre o espírito é fácil de ser demonstrada. Os seus efeitos podem ser medidos em termo de resistência física aumentada, maior vigor intelectual, vitalidade moral e uma compreensão mais profunda da realidade humana. Com o hábito de rezar com sinceridade a  nossa vida se modifica profundamente. A tranqüilidade e o repouso aparecem até na nossa fisionomia. A força da oração é uma força tão real como a gravidade terrestre”.
         Como médico tenho visto enfermos que depois de tentarem, sem resultado muitos meios terapêuticos, conseguiram libertar-se da melancolia e da doença pelo sereno esforço da oração e da prática da caridade.
         Bem concebida na sua essência, a religião e a oração são atividades amadurecidas, indispensáveis ao mais pleno desenvolvimento da personalidade e a definitiva integração das mais altas fecundidades de que é dotado o ser humano. A fé e as obras, vigiar e orar, tributar louvores ao Senhor Deus, Criador e Redentor, eis o que realiza aquela ampla e harmoniosa conjunção do corpo e do espírito, do  eu e do outro, em direção a um mundo melhor.
         A oração é o ideal da realização humana. É a libertação da matéria, o tesouro da alma e o paraíso do espírito.
         O ser humano é, nesta terra, o único ser que pode dirigir-se à sua Origem, à sua Fonte primordial. Nossa primeira obrigação para com Deus, nosso amado Senhor, é adorá-Lo e honrá-Lo. É preceito da própria lei natural que todo inferior deve homenagem a seu superior. A oração é essa homenagem. A nossa gratidão ao bom Deus, será sempre a oração do coração.
 
A Oração do c-oração é
Elab-orar a vida.
Melh-orar a situação
Revig-orar a alma
Ad-orar a Deus em espírito e em verdade.
 
         Dizia o santo Cura d’Ars: “A melhor maneira de se tratar com Deus é conversar com Ele, como se conversa com um homem”. Nosso Senhor Jesus Cristo abriu esse caminho dialogal. Chamava a Deus de “Abba”, a familiar palavra das crianças para “Pai”. Sim, no próprio Cristo, Deus tornou-se ainda mais acessível. No filho encarnado, Deus aparece-nos em rosto humano. O Emanuel, Deus conosco. O Deus que fala ao íntimo dos nossos corações. Clamava Santo Agostinho: “É mais alto do que o mais alto em mim, mais íntimo do que o mais íntimo em mim”. Ele está acima da nossa razão e emoção. Acima de tudo o que pedimos e pensamos. (Efésios 3:20).





       





Postado por: James - www.espacomaria.com.br em: 25/09/09 às 11:11:14 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacomaria.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES