Recorde de acesso em:
09/05/2011
é de 923
Total Visitas Únicas: 2.749.598
Visitas Únicas Hoje: 219
Usuários Online: 63
Sistema de Busca
Documento sem título

Newsletter Espacomaria
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Artigos









Visto: 825 - Impresso: 8 - Enviado: 10 - Salvo em Word: 4
Postado em: 27/05/16 às 10:27:49 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacomaria.com.br/?cat=8&id=4301
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

A letra da música reflete a experiência de conversão que Eric Clapton viveu durante sua recuperação das drogas

Em sua “Autobiografia”, Eric Clapton escreve sobre um momento de muito sofrimento pelo qual passou enquanto se recuperava das drogas, em 1987:

Eu estava em desespero total. Na intimidade do meu quarto, pedi ajuda. Não fazia ideia de com quem estava falando; eu só sabia que havia chegado ao limite das minhas forças… Ajoelhando-me, me rendi. Pouco tempo depois, percebi isso: eu havia encontrado um lugar, um lugar que sempre soube que estava ali, mas de que nunca realmente achei que precisaria, nem acreditava nele. A partir desse dia, até hoje, nunca deixei de rezar pela manhã, de joelhos, de pedir ajuda; e à noite, para expressar gratidão pela minha vida e, sobretudo, por estar sóbrio.
 

Mãe Divina

Mãe divina, onde estás?
Esta noite me sinto quebrado em dois.
Eu vi estrelas caírem do céu.
Mãe divina, não consigo não chorar.

Oh, eu preciso de sua ajuda desta vez,
Ajuda-me a passar por esta noite solitária.
Dize-me por favor para que lado ir
Para me encontrar de novo.

Mãe divina, escuta minha oração,
De algum modo eu sei que tu ainda estás aí.
Manda-me, por favor, um pouco de paz de espírito;
Leva embora esta dor.

Eu não consigo, eu não consigo, eu não consigo mais esperar
Eu não consigo, eu não consigo, eu não consigo esperar por ti

Mãe divina, escuta meu pedido,
Eu amaldiçoei teu nome umas mil vezes.
Eu senti a raiva em minha alma;
Tudo que preciso é uma mão para segurar.

Oh, eu sinto que o fim chegou,
Não mais minhas pernas vão correr.
Tu sabes que eu preferiria estar
Em teus braços esta noite.

Quando minhas mãos não mais tocarem,
Minha voz parar, eu sumir,
Mãe divina, então estarei
Deitado, salvo em teus braços.



Fonte: www.aleteia.org



       





Postado por: James - www.espacomaria.com.br em: 27/05/16 às 10:27:49 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacomaria.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES