Recorde de acesso em:
09/05/2011
é de 923
Total Visitas Únicas: 2.734.984
Visitas Únicas Hoje: 198
Usuários Online: 43
Sistema de Busca
Documento sem título

Newsletter Espacomaria
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Artigos









Visto: 1230 - Impresso: 16 - Enviado: 9 - Salvo em Word: 2
Postado em: 26/07/13 às 08:46:08 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacomaria.com.br/?cat=8&id=4191
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

A Igreja está em boas mãos, o nosso Papa Francisco está dando uma grande lição a todos, pois ele está fielmente sendo o sucessor de Pedro na humildade, na força e na fé em Cristo, confirmando-nos na Fé em Jesus.

Ele está dando exemplo de pobreza, de servo dos servos de Deus e tem demonstrado em gestos e palavras como devem ser todos que querem seguir Jesus de perto.
.
O reino de Deus é dos pobres em espírito, pois consegue vivenciar a intimidade com Deus e deixar-se conduzido por Ele. Que esta visita pastoral de nosso pastor seja uma benção como já está sendo e nós devemos aprender e converter o nosso coração para termos sempre esperança e alegria, pois o cristão tem razão de ser de Jesus que traz a alegria verdadeira a nós. (Jose Benedito Schumann Cunha)

Um silêncio quase inesperado paralisou a multidão em Aparecida quando o papa Francisco se recolheu, por alguns minutos, na Capela dos 12 Apóstolos, no segundo andar da Basílica, um pouco antes da missa. Ali mergulhou numa oração solitária, enquanto muitos fiéis se perguntavam “mas o que ele está fazendo?”.
.
O papa prostou-se diante da imagem da Virgem, olhou-a sem pressa, e disse sem erguer o tom de voz: “Mãe Aparecida, como Vós um dia, assim me sinto hoje diante do vosso e do meu Deus, que nos propõe para a vida uma missão cujos contornos e limites desconhecemos, cujas exigências apenas vislumbramos”. Daí fez uma paradinha e arrematou: “Mas (…) Vós, ó Mãe, não hesitaste. Eu não posso hesitar”.
.
Aquele instante de intimidade foi acompanhado via telão tanto pela multidão de fiéis que lotava os bolsões fora da igreja quanto pelas 15 mil pessoas que entraram no templo. O papa iniciava seu trabalho religioso em Aparecida de modo confessional, sem foguetório nem cantoria.
.
Queria refletir um pouco. Até mesmo os cardeais, já dispostos em círculo no altar, deram àquele momento uma atenção especial. Ali estava o verdadeiro Francisco, o pontífice que vem quebrando protocolos para transmitir seu desejo de conduzir uma igreja pobre, para os pobres. E reconhecendo abertamente que nada será fácil para ele.
.
Sua devoção mariana ficaria ainda mais evidente ao longo da celebração. Numa troca de presentes, Francisco deu a d. Raymundo Damasceno, o arcebispo anfitrião, um cálice, mas levou em troca uma imagem da Virgem Aparecida talhada em madeira por um artista do Vale do Paraíba. Antes da bênção final, fez questão de erguer a imagem da santa, que ficara o tempo todo no altar, direcionando-a aos quatro eixos da basílica.
.
Ao saudar o povo no lado de fora, de novo voltou a se referir a Nossa Senhora em tom familiar e afetuoso, perguntando em espanhol: “Uma mãe se esquece de seus filhos?” Diante do “não” em massa, o pastor anunciou, todo sorridente: “Agora vamos à bênção”.
.
Na homilia concisa, Francisco contou ao público que no dia seguinte à sua eleição como Bispo de Roma, foi visitar a basílica de Santa Maria Maggiore “para confiar a Nossa Senhora o meu ministério de sucessor de Pedro”. E prosseguiu dizendo que agora tinha vindo a Aparecida para novamente fazer um pedido: “Suplicar à Mãe o bom êxito da Jornada e um bom destino para a América Latina”.
.
Seu fervor mariano exibe ingredientes típicos do processo evangelizador nas Américas, em que Maria, trazida pelo colonizador, instala-se para sempre entre os colonizados, como mãe poderosa e intercessora infalível.
.
Daí a familiaridade do devoto com sua protetora. “A Igreja sempre sai na esteira de Maria”, afirmou nesta quarta Francisco. Disse que gostaria de chamar a atenção dos jovens da Jornada para três posturas simples de vida e de fé: conservar a esperança, deixar-se surpreender por Deus e viver na alegria.
.
Enfatizou que, diante de um Deus que ama e de uma Mãe que protege, “o pecado e a morte foram derrotados. Então o cristão não pode ser pessimista! Não pode ter cara de quem parece estar em constante estado de luto!”
.
Comemoração
.
Antes de deixar a basílica, Francisco prometeu: “Até 2017. Porque vou voltar”. Muitos não entenderam. Na verdade, anunciou que virá ao santuário para comemorar os 300 anos desde que a imagem santa foi encontrada por pescadores.
.
Aparecida já é o maior centro de devoção mariana do mundo, com 10 milhões de visitantes anuais. Com Francisco a bordo da Igreja, esse número vai explodir. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo



Leia mais em:
http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2013/07/25/francisco-reforca-su



       





Postado por: James - www.espacomaria.com.br em: 26/07/13 às 08:46:08 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacomaria.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES